Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

02
Mai22

Os 40

Mäyjo

Alguém me perguntava se os quarenta anos são os novos vinte: Sim! Pelo menos... Duas vezes!

Manter um espírito jovem é essencial. Sair de casa, conversar, ir à aventura... Tal como o vintage, os “quarenta anos” estão na moda!

Aos quarenta, hoje, estamos prontos para as “desbundas” que não fizemos quando as devíamos ter feito. Só não vale é ser snob e não ir até ao fim...

O que era “velho”, agora é o mais poderoso. Hoje estamos cada vez mais conscientes das vantagens da nossa idade e isso permite-nos gerar uma energia positiva incrível com isso.

 

Do baú das memórias do FB - publicado originalmente a 1 de maio de 2011

 

12
Jan22

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS

Mäyjo

23559663_1250362878429944_9007974216384587453_n.jp

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral.
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade,
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!
 
Mário de Andrade (1893 - 1945)
11
Jan22

A beleza é uma atitude

Mäyjo

A beleza é uma atitude que não entende a idade...

Aceitar que envelhecemos é assumir todas as etapas da vida e aproveitar tudo o que cada uma delas nos traz: a serenidade, o conhecimento, a identidade já conhecida e conquistada. Por isso, e como não há melhor tratamento estético do que ser boa comigo mesma, vou aprender a valorizar e enfatizar alguns daqueles aspetos que a sociedade acha “menos bonitos”.

71502061_2380914165337775_7727189955608313856_n.jp

 

 

28
Set21

A vida começa...

Mäyjo

A vida começa quando nascemos. Do amor.
Há momentos em que se vira toda ao contrário e nós fazemos o que conseguimos para acompanhá-la.
Há momentos de pura felicidade, no meio de outros imensamente tristes.
A vida deve ser bonita, cheia de gargalhadas. Devemos amar e ser amados... e devemos sentir-nos bonitos enquanto envelhecemos.

Como escreve Vergílio Ferreira 
"Não mudamos com a idade na estrutura do que somos. Apenas, como na música, somo-lo noutro tom."

A vida começa.jpg

 

27
Set21

A idade...

Mäyjo

A idade, tal como no vinho, é relativa.

Algumas pessoas ganham em se forem consumidas cedo. As melhores exigem que se espere!
Devemos assim olhar para a idade não como um percurso linear e previsível mas com a surpresa deliciosa dos "vintage" que não se consegue adivinhar.

A idade.png

 

26
Set21

A idade traz-nos...

Mäyjo
A idade traz-nos sabedoria. E com ela, em vez de uma vida apressada, vem a vontade de viver de uma forma mais gratificante, sem nos preocuparmos com o que outros pensam, se gostam ou não gostam, se aceitam ou criticam.
Com a idade, vem a tranquilidade de sermos nós mesmos. Com rugas. Com cabelos brancos, mas sempre com sonhos no brilho dos nossos olhos. A capacidade de sonhar ajuda-nos a viver. A andar para a frente. A fazermos coisas que nos deem prazer ou que nos façam sentir mais felizes.

42586385_10209488773015812_8920884692857651200_n.j

(Do baú das memórias do FB, publicado originalmente a 28/09/2018) 
 
 
07
Jan21

A "surdez" que chega com a idade...

Mäyjo

Li algures (já não sei onde) e adorei...

131120277_3470872346341946_7993140984137864559_o.j

- Ouve lá, tu não respondes ao que te digo? Estás surdo?

- É uma das vantagens da idade.

- É uma vantagem da idade, perder a audição?

- Meu caro, com a idade não se perde a audição, simplesmente ganhamos a capacidade de não ouvir tudo o que nos dizem. É uma maravilha. Com a idade, aprendemos a silenciar ruídos que, para os mais novos, são estridentes. Aprendemos a fazer ouvidos moucos a coisas a que a inexperiência dá ouvidos. Aliás, nunca me senti tão em forma e ágil como agora. Coisas que antes faziam eco na minha cabeça agora entram a cem e saem a mil.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D