Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

07
Jan21

A "surdez" que chega com a idade...

Mäyjo

Li algures (já não sei onde) e adorei...

131120277_3470872346341946_7993140984137864559_o.j

- Ouve lá, tu não respondes ao que te digo? Estás surdo?

- É uma das vantagens da idade.

- É uma vantagem da idade, perder a audição?

- Meu caro, com a idade não se perde a audição, simplesmente ganhamos a capacidade de não ouvir tudo o que nos dizem. É uma maravilha. Com a idade, aprendemos a silenciar ruídos que, para os mais novos, são estridentes. Aprendemos a fazer ouvidos moucos a coisas a que a inexperiência dá ouvidos. Aliás, nunca me senti tão em forma e ágil como agora. Coisas que antes faziam eco na minha cabeça agora entram a cem e saem a mil.

05
Jan21

Cada novo dia...

Mäyjo

Cada novo dia traz consigo a possibilidade de fazermos tantas coisas, mas com o início de um novo ano atribuímos uma maior importância a essas vontades.

O trabalho, as rotinas, não podem impor o destino do modo como queremos viver. E para mudar, é preciso força, vontade, persistência, resiliência. Há dias, em que estamos mais motivados e vamos em frente. Há dias, em que paramos e nos questionamos: será que vale mesmo a pena? O importante, em tudo, é não desistir. Por isso, é que é importante definir objetivos e metas seja na chegada um novo ou em qualquer outra altura do ano.


Eleger pequenos objetivos e depois ir tentando realizá-los...

Por exemplo,

Escrever. Gostava de ter um diário em papel. Registar frases, pensamentos, coisas que me fizeram feliz. Tenho um diário dos primeiros anos do meu filho; no outro dia estive a folheá-lo... Apeteceu-me voltar a fazer o mesmo. É uma forma de nos descobrirmos, passados uns anos!

image.jpeg

 

 

 

 

 

 

 

Apanhar mais sol. A vitamina D é fundamental para a nossa saúde. Sinto que ando a viver muito dentro de portas.

Fazer uma viagem. Acreditam que tenho uma saudade imensa da última viagem que fiz... imediatamente antes desta pandemia ter começado? Tenho recordado vezes em conta alguns momentos fabulosos que vivi. Viajar transforma-nos. Ganhamos mundo!

Encontrar tempo para estar mais vezes com aqueles que me ajudam a ser feliz. A família e os amigos, alicerces fundamentais da nossa vida...

04
Jan21

Do “passou-se” ao “já lá vai”...

Mäyjo
Ou uma reflexão sobre o período das Festas.

48917626_2293252444032540_5901963875695198208_n.jp

Então, como foi o Natal? E essa passagem de ano?
As mesmas perguntas de sempre repetem-se. As respostas, essas divergem... proporcionalmente à emoção de quem responde.
“Passou-se”, quando o contributo para a nossa felicidade provavelmente não compensou toda a correria e o dinheiro gasto.
“Já passou”, quando a ansiedade que causou finalmente chegou ao fim.
Se pensarmos um pouco: O que queremos dizer quando desejamos “Boas Festas”?

A expressão “Boas Festas” reflete a expectativa de que esta seja uma época positiva. Com a família reunida, com regressos a casa, com tempo para pôr a conversa em dia, com sorrisos e petiscos, com presentes bons e casas bonitas como nas revistas e nos anúncios da televisão. Mas a realidade muitas vezes é bem diferente e quando as expectativas são altas e o resultado é diferente do esperado a palavra de ordem é desilusão (para não verbalizar frustração, tristeza...) E mesmo quando afinal até temos umas Boas Festas acabamos muitas vezes por nos sentirmos culpados por estramos felizes, enquanto outros estão tristes e não partilham da nossa felicidade... 

Quero acreditar que há cada vez mais sensibilidade para se perceber o que não está bem como outro e que há quem se esforce por combater o que anda de errado com o Natal há tanto tempo: procurando mais no menos e estando mais do que fazendo!
Que o novo ano que agora começou tenha mais dessa sensibilidade, dessa empatia, desses esforços, desse menos e desse estar.

Para que, quando nos perguntarem como foi o Natal e o fim-de-ano, possamos dizer mais vezes “passei bem”.

 
03
Jan21

Olhar para a vida pelo prisma da felicidade

Mäyjo

Vamos começar a olhar para a vida pelo lado positivo?

A vida é uma dádiva. Ela permite-nos sonhar, aprender, crescer, namorar, sorrir, chorar, viver ...

« Não existem erros na vida, apenas lições. Não existem experiências negativas, apenas oportunidades para crescer (...). Da luta advém a força. Até a dor pode ser um professor magnífico. »

Passamos tanto tempo a julgar os acontecimentos como positivos ou negativos, quando o mais importante é vivê-los, celebrá-los e aprender com eles. E quando nos sentirmos desiludidos com os resultados que a vida nos traz, vamos acreditar que quando se fecha uma porta, abre-se uma janela.

71243846_2368424719920053_7053660979615236096_n.jp

01
Jan21

2021

Mäyjo

27072265_977028032444648_8784727318005663579_n.jpg

O passado é a minha história,

o futuro é a minha projeção,

e o hoje é a minha vida!

Permito-me viver hoje!!

2021!!! Que traga muitas coisas boas! 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D