Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

31
Dez20

O que 2020 (me) ensinou...

Mäyjo

thumbs.web.sapo.io.jpeg

O que 2020 (me) ensinou:

Que sobrevivo com menos de metade da roupa que possuo,

Que a liberdade pode bem ser ir só até ao outro lado da rua,

Que o que conta é o hoje (amanhã é demasiado incerto),

Que maiores do que os meus planos, são os planos da vida,

Que os amigos verdadeiros não conhecem distâncias,

Que os outros amigos (já) não fazem falta,

Que ninguém se salva sozinho!

Que se consegui escrever este texto e tu estás a lê-lo, neste final de 2020... então, devemos estar (muito) gratos!!

30
Dez20

Quando chega o fim de um ano...

Mäyjo

20_21_page-0001.jpg

Quando chega o fim de um ano, surgem os balanços, as contas de cabeça, o eterno bailado entre as merecidas vitórias e as inevitáveis dores de crescimento.

2020 foi um ano intenso e desafiante. Apesar de todas as vicissitudes, acabou por passar a correr, não sentem também isso? Há quanto tempo nos falta o tempo?
Sem que quase tenhamos dado conta, já passou o Natal, que ficará guardado na memória como um Natal “diferente” e que nunca tínhamos vivido.

Saio de 2020, uma pessoa mais grata, mais forte e paciente. Menos ingénua, mas mais tolerante.
Aprendi a não me chatear tanto e o silêncio passou a ser meu amigo!
Num ano que foi uma prova de fogo, com muito trabalho, com várias mudanças... e algumas deceções marcantes e transformadoras no elo de ligação. Há momentos que a vida te mostra que o fio que une, por vezes fica lasso e outros que do nó vira laço.
Já não vou em clichês e cantigas que para o ano é que é.

O ano muda, mas nós só mudamos se fizermos por isso!
A aperfeiçoar tenho o tempo de qualidade: conseguir esse tempo, organizar-me melhor e agradecer mais. Não deixar que a pressão me roube a tranquilidade, nem alegria.
Por vezes quero dar o melhor como profissional, como filha, como mãe, como amiga, como comunico, como surpreendo... mas esse perfecionismo sai-me caro e vira exaustão. Quando o corpo não acompanha as nossas mil vontades, é hora de equilibrar.
E agora é hora de traçar objetivos, de gerir melhor, de escrever uma nova página, mas essencialmente agradecer. Ter sempre consciente que a vida é um dom e um dia tudo acaba.

Esta é uma boa altura para se fazer as pazes, largar egos, rancores e culpas. As pessoas não são eternas. Pode-nos sair caro o braço que não queremos torcer. Arrependimento não traz ninguém de volta depois, nem as saudades!!!!
Bom ano a todos quantos leem o que por aqui escrevo, sejam essencialmente bons para convosco e para a vossa vida!

Obvio, lutem e façam por isso! Não se acomodem porque as oportunidades não voltam sempre! 

É preciso continuar a acreditar no poder das palavras: as palavras certas podem mudar as pessoas e as pessoas certas mudam o mundo. Comecemos pelo nosso! 

2021 vem daí!

Traz saúde e paz que o resto a gente faz! 

28
Dez20

Felizes os que...

Mäyjo

10359238_1715306822033633_1546225781598080002_n.jp

Felizes os que possuem:

Alguém para amar...

'Coisas' para recordar...

Uma história para contar...

Um sonho para buscar...

Uma saudade para guardar...

Um abraço para dar...

Um motivo para sorrir...

Uma amizade para cultivar...

Um problema para resolver...

Uma família para cuidar...

Um caminho para trilhar...

Pois isso significa que tem uma vida para viver!

27
Dez20

E o Natal já lá vai!

Mäyjo

E o Natal já lá vai!

Depois de termos andado a espalhar abraços e beijinhos (virtuais) por todos os lados, de nos termos deixado hipnotizar pelas luzes e cantado todos os cânticos que sabíamos até ficarmos sem voz, chegou a hora de pensar e este período entre o Natal e o Ano Novo é uma boa altura para isso.

Acho que num ano como 2020 faz ainda mais sentido parar para pensar nas coisas boas que nos aconteceram, celebrá-las e desejar que o ano que vem seja bem melhor!

A situação de crise que vivemos levou-nos (e por vezes ainda nos leva) a maior stress, medos e irritações fáceis. Viver o amor nas suas diferentes formas e expressar os afetos tornou-se um desafio constante com as obrigações de distanciamento físico e social. Tudo isto empurrou-nos para uma diminuição da convivência e para sentimentos de depressão e solidão que podem (e devem) ser combatidos com a PRESENÇA!

1.jpg

Estar presente é dedicar tempo ao outro: prestar-lhe atenção, escutá-lo, sem ser distraído por outras coisas. 

Mesmo quando não se pode partilhar beijos e abraços, é possível partilhar sentimentos, manter um diálogo sincero e positivo e ser sensível às necessidades dos outros.

Que estes tempos nos ajudem a reflectir e a escolher caminhos que nos aproximem uns dos outros e que nos permitam ser mais solidários, mais disponíveis. 

Que o melhor do Natal perdure por todos os dias do próximo ano: dar valor a quem importa e se importa, agradecer a quem está sempre presente, abraçar quem cuida, querer bem a quem nos quer bem, gostar muito de quem gosta tanto de nós, agradecer a quem nos diz a verdade, a quem nos faz ver ''as coisas'', a quem não nos deixa desistir, a quem dá estimulo ao nosso coração, a quem fica perto, mesmo que longe, porque vive connosco do lado de dentro.
Que o melhor do Natal seja - sempre - as pessoas que nos fazem bem!
A elas: obrigada pelo Natal que nos trazem todos os dias.

🎀Feliz Natal todos os dias🎀 

 

26
Dez20

Só há duas maneiras de viveres a tua vida...

Mäyjo

 

46426359_1872078236221373_2681924927065423872_n.jp

 

Adoro esta frase de Einstein:

“Só há duas maneiras de viveres a tua vida.

Uma é como se nada fosse um milagre.

A outra é como se tudo fosse um milagre.”

 

Qual achas que te vai fazer mais feliz?

É tudo uma escolha.

Podes escolher como vais ver cada dia e cada momento.

Podes escolher olhar para as coisas boas da tua vida, em vez de te focares nas más.

Podes ver cada dia como um presente e aproveitar cada dia ao máximo.

Ou podes achar que é tudo uma seca, nada faz sentido e lá vais tu para a tua vidinha sem piada de sempre.

Qual é que preferes?

Se queres que cada dia seja um dia perfeito para ti, só há uma resposta!

Vê tudo como um milagre :)

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D