Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

30
Set11

Agradecimento

Mäyjo

Aproveito para agradecer a todos aqueles que, directa ou indirectamente, me ajudam a acreditar que a vida é fantástica e existe apenas para nos fazer FELIZES.

28
Set11

Mais do que simplesmente fazer é preciso fazer bem

Mäyjo

Mais do que simplesmente fazer é preciso fazer bem.

Não há outra maneira de nos aplicarmos a fazer algo bem feito, diferente do que se fazer aquilo que se ama.

Pensando nisso, durante todos os anos que passei na minha formação procurei aperfeiçoar-me em exercer a minha actividade não como um técnico, mas como um artista. Deste modo, espero ao longo da carreira que ainda tenho pela frente chegar próximo de comparar meu trabalho à arte. Acho que é importante trazer para a actuação profissional a sensibilidade do artista que antes de simplesmente executar a melodia, a sente.
Sentir sim, mas também colocar-se no lugar do outro, desta maneira o ator incorpora seu personagem.

Basicamente esta é minha proposta de trabalho.
Sentir, imaginar, dialogar, fazer e ser. Eis a postura que apresento aos meus parceiros de todos os dias.

Bom trabalho e sucesso a todos!

27
Set11

Pensamento

Mäyjo

Desde pequenas que ouvimos dizer que temos de ser iguais uns aos outros, mas a verdade é que se não formos diferentes ninguém repara em nós.

Crescemos a pensar que temos que ser perfeitas: bem-sucedidas, giras, magras... super-tudo!

Mas temos de parar para pensar: precisamos de ter 50 pares de sapatos? Uma dúzia de malas de todas as cores da estação? Um telemóvel de última geração de cada marca?
Precisamos realmente disso tudo?

Que não passa despercebido aos outros, é verdade; torna-nos visíveis, faz com que reparem em nós. Mas deixa-nos mais felizes? Para quê cair no erro de querer o que não precisamos e de sermos o que não somos?

03
Set11

Pai

Mäyjo
Hoje senti saudades de ti ... pai ...
saudades de te ter , de te abraçar,
hoje senti saudades de ti ...
saudades de te ver sorrir ...
saudades da tua face e teus olhos...
... hoje senti saudade de te olhar...
saudades da tua voz...
mas senti saudades de te ouvir falar,
hoje senti saudades de ti ...
de te ver a trabalhar,
de te ouvir rir, pena não te ver envelhecer ...
ver-te chegar a casa, era uma casa cheia...
hoje olhei-me ao espelho, pensei em ti...
no castanho de meus olhos vi saudade,
vi-te dentro do meu olhar, fiquei ali...
e fiquei nos meus olhos à vontade ...
pedi então a Deus p'ra adormecer
que pudesse ver-te, ainda que a sonhar
não pude dormir, pai ,
não pude... que a saudade
foi mais forte do que eu, pôs-me chorar...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D