Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

14
Mar09

Ser teen

Mäyjo

 

Hoje ´tou melancólica

 

Pareço uma adolescente com estas mariquices (se calhar porque lido todos os dias com eles, e às vezes esqueço-me que já deixei os teen há algum tempo…)

 

Mas o nosso espírito pode ser sempre teen, apesar de o corpo já não ser …, ou não?

Então aqui vai:

 

 

 

 

É tão fofo que não resisti…

E apesar de lamechas é verdadeiro, estou sempre aqui para o que der e vier!

 

 

13
Mar09

O papel de um amigo...

Mäyjo

 

Na semana passada senti-me um pouco impotente (anda a acontecer mais vezes do que eu gostava).

Uma amiga recorreu a mim e não soube bem o que lhe dizer!

Disse-lhe que estava ali para a ouvir, mas gostava de ter tido algo mais para lhe dizer, uma palavra… não sei…

Pois bem, não é que ajude muito mas aqui fica:

12
Mar09

Hora do planeta

Mäyjo

A World Wildlife Fund (WWF), organização de conservação do ambiente, está a apelar ao mundo para aderir à sua iniciativa contra as alterações climáticas “Hora do Planeta 2009”, pedindo que todos apaguem a luz durante uma hora: das 20:30 H às 21:30 H, do dia 28 de Março de 2009.

 

 

A WWF pretende conseguir a adesão de mil milhões de pessoas, em mil cidades de todo o mundo, com o objectivo de diminuir as emissões de carbono e influenciar a reunião de líderes mundiais a realizar em Copenhaga, em Dezembro de 2009.

A mobilização de protesto através do apagar das luzes começou em Sydney em 2007, no âmbito de uma campanha semelhante a nível local. Neste momento, a iniciativa já conta com um total de 538 cidades, em 75 países, de Leste a Oeste que estão prontas a desligar as luzes.

Entre as cidades aderentes confirmadas contam-se Moscovo, Los Angeles, Las Vegas, Londres, Hong Kong, Sydeny, Roma, Manila, Oslo, Cape Town, Varsóvia, Singapura, Istambul, Cidade do México, Toronto, Dubai, Copenhaga, e pela primeira vez, Lisboa.

Alguns dos marcos mais emblemáticos do mundo também manifestaram a sua vontade de participar na acção de prostesto. É o caso do Burj Dubai, o hotel mais alto do mundo; a CN Tower em Toronto; a Torre da Federação de Moscovo; o Quirinale, – residência oficial do Presidente da República Italiana; a Torre Auckland´s Sky – a torre mais alta do Hemisfério Sul, entre outros.

Em Lisboa, o Cristo-Rei assim como a Ponte 25 de Abril, o Palácio de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém, o Padrão das Descobertas, o Castelo de São Jorge, os Paços do Concelho e o Museu da Electricidade vão ficar apenas iluminados pela luz das estrelas; O Centro Cultural de Belém (CCB) assinala também a Hora do Planeta desligando por 15 minutos as suas luzes.

O “Ele há dias…” junta-se a esta iniciativa e apela a todos para desligarem as suas luzes, demonstrando a consciência da sociedade portuguesa e o seu apoio à luta contra as alterações climáticas.

 

 

Fica atento e sabe mais aqui: http://www.earthhour.org/news/pt:pt

 

Participa!http://www.wwf.pt/hora_do_planeta_2009/como_participar_/cidadaos/

 

Ajuda o Planeta!

 

 

12
Mar09

Sorrir para a vida...

Mäyjo

 

Nem sempre a vida nos sorri, é verdade. Quantas e quantas vezes, ela acorda tristonha e assim permanece? Quantas e quantas vezes, nos aborrecemos por ver que a vida não anda, nem desanda, e não muda aquela cara triste que insiste em manter? Quantas e quantas vezes não dizemos “ Raios partam a minha vida”, e damos um pontapé zangado no primeiro objecto que nos aparece? E quando paralelamente à vida que acorda tristonha, também nós acordamos com um humor daqueles, em que refilamos com tudo e todos, não sorrimos para ninguém, pomo-nos carrancudos e com cara de que toda a gente nos deve e ninguém nos paga. Fechamos as portas do nosso mundo, e enclausuramo-nos envoltos numa infelicidade muitas vezes inexplicável e sem qualquer fundamento para existir. Já não é só a vida que está cinzenta, também nós estamos cinzentos. E cinzento com cinzento dá um cinzento mais escuro. Não pode ser! Porque se paralelamente à vida que acorda tristonha, se nós acordarmos felizes e sorridentes, cheios de força e energia para lutar contra este mundo e o outro, e se enfrentarmos os problemas com optimismo, a vida vai ficar cheia de inveja por nós estarmos coloridos, e muda logo de cara. Põe o maior sorriso que tens, veste-se de tons amarelos, vermelhos, brancos, laranjas… E ri, sorri toda contente…

 

Se a vida não sorrir para ti, sorri tu para ela!

 

 

Dedicado à S. que anda a passar por um mau bocado!

11
Mar09

O papel dos pais nos dias de hoje

Mäyjo

Leiam e pensem no papel que cada um de nós tem a desempenar.

__________________

Pais demitem-se de responsabilidades ao permitir que filhos bebam

O presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência acusa os pais de se "demitirem das responsabilidades enquanto educadores" ao permitirem que os filhos saiam à noite e bebam em excesso.

Para o presidente do  Instituto da Droga e Toxicodependência (IDT), João Goulão, não faz sentido a ideia de que os progenitores desconhecem o que fazem os filhos: "Os pais têm de saber que os filhos bebem quando saem à noite" e por isso, conclui, estão a "demitir-se das suas responsabilidades enquanto educadores".

"Quando saem, muitos jovens bebem álcool e também bebem o juízo", disse João Goulão, em entrevista à agência Lusa.

Além das mazelas directas para a saúde do consumo excessivo de bebidas alcoólicas, João Goulão lembra que essas noitadas podem terminar em gravidezes não desejadas, no contágio de doenças sexualmente transmissíveis, envolvimento em actos de violência e acidentes de viação.

Os consumidores de álcool apresentam "com mais frequência envolvimento com experimentação e consumo de tabaco e substâncias ilícitas e envolvimento em lutas e situações de violência na escola", alerta o Plano Nacional para a Redução dos Problemas Ligados ao Álcool, do IDT, em discussão pública desde Fevereiro.

De acordo com estudos referidos no plano, os jovens começam a beber cada vez mais novos e em cada vez mais quantidades: o início do consumo de álcool está a aumentar entre os 15 e os 17 anos, tendo passado dos 30 por cento em 2001 para os 40 por cento em 2007.

Além disso, os mais novos estão a adoptar perigosos padrões de consumo até agora associados aos povos nórdicos, de "grandes exageros aos fins-de-semana".

Quase metade dos jovens entre os 15 e os 24 anos admitiu ter tido, pelo menos uma vez no último ano, um consumo tipo "binge" (mais de quatro doses de bebida numa só ocasião) e 11,2 por cento dos adolescentes entre os 15 e os 19 anos assumiram "ter-se embriagado no último mês", refere o relatório, citando um estudo nacional.

 "Os portugueses estão a adoptar padrões de consumo nórdicos, ou seja, de grandes exageros ao fim-de-semana e quase abstinência durante a semana", afirmou o presidente do IDT.

João Goulão lembrou que os portugueses bebiam "tradicionalmente num contexto de convivialidade": "Quando havia uma reunião de amigos, as pessoas iam conversando, discutindo e bebendo".

"Agora, nesta nova forma de beber, muitas pessoas embebedam-se mesmo antes de ir ter com os amigos. Bebem rapidamente muitas quantidades com o intuito claro de alterar o seu estado de consciência e depois é que vão para a rua. É a nova tendência de beber dos jovens", alertou.

O "binge drinking" é responsável por 27 mil mortes acidentais, dez mil suicídios e dois mil homicídios todos os anos na Europa, refere o relatório do IDT.

 

Ler tudo aqui: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1166778

 

10
Mar09

Mundo brilhante

Mäyjo

Já vos falei da Mundo brilhante?

É uma empresa que se dedica a promover a ecologia.

São fantásticos; sabem mesmo fascinar uma plateia. Quando falamos de adolescentes nem sempre é fácil cativá-los para colóquios e afins (acham tudo uma seca). Pois, como já vos disse assistimos a uma palestra no passado dia 5 de Março e todos acharam fantástico.

Já é a segunda vez que assisto e o Alfredo realmente sabe o que faz. Estas sessões estão muito bem construídas. Parabéns, continuem este estupendo trabalho; é válido pela mensagem que passam e pela energia e empenho contagiantes!

Dá vontade de arregaçar as mangas “meter a mão na massa” e mudar o mundo: a começar por nós.

Conseguem continuar a surpreender-nos.

 

09
Mar09

A Água que vale Água...

Mäyjo
A Nucha do http://treschavenasdecha.blogs.sapo.pt/ postou esta mensagem com a qual eu me identifico e decidi postar também aqui, leiam e pensem:
 
____________________________________________________
 
A Água que vale Água...

 

O TCC (Três Chávenas de Chá) é um blog solidário e sensível a questões humanitárias por isso passo a divulgar o email que hoje recebi da  minha amiga Maria Sorriso.
 
 
Arrancou esta semana em Portugal um projecto pioneiro de solidariedade. A água embalada Earth Water é o único produto no mundo com o selo do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), revertendo os seus lucros a favor do programa de ajuda de água daquela instituição.

Ao nível nacional, a Earth Water é um projecto que conta com a colaboração da Tetra Pack, do Continente, da Central Cervejas e Bebidas, da MSTF Partners, do Grupo GCI e da Fundação Luís Figo.

Com o preço de venda ao público (PVP) de 59 cêntimos, a embalagem de Earth Water diz no rótulo que «oferece 100% dos seus lucros mundiais ao programa de ajuda de água da ACNUR», apresentando, mais abaixo, o slogan «A água que vale água».

Actualmente morrem 6 mil pessoas no mundo por dia por falta de água potável. Com 4 cêntimos, o ACNUR consegue fornecer água a um refugiado por um dia.
 
Podem LER tudo AQUI!!!
 

 

08
Mar09

Parabéns

Mäyjo

Faz hoje um mês que este projecto começou.

Até quando terei “paciência” e disponibilidade para o levar à vante?

Logo se vê!

Não há compromissos; e como disse na abertura, é meu e é para fazer o que me der na real gana. Por isso, é para sempre…

...enquanto durar!!!!

 

 

Parabéns!!!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D