Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

Ele há dias...

... em que me apetece dizer disparates e escrever o que me vem à cabeça, sem me preocupar em ser politicamente correcta. Este espaço vai servir para isso (pelo menos não gasto papel!).

20
Mar09

Primavera

Mäyjo

De novo o sol, o florir, o recomeço de mais um ciclo de vida...

  

 

Bem vinda Primavera

A Primavera chegou hoje, às 11:44, e vai manter-se até às 06:46 do dia 21 de Junho, quando começa o Verão, de acordo com informação do Observatório Astronómico de Lisboa.

 

 

19
Mar09

Um poema para todos os pais

Mäyjo

Ser Pai é...

Ser pai é ser alguém,
Dar à vida continuidade,
Ser pai, tal como ser mãe,
É encontrar a felicidade!

Ser pai é ser aluno, contar, ler...
Ser professor, corrigir, explicar...
É ensinar sempre a aprender!
É aprender sempre a ensinar!

Ser pai é ser um ídolo, o maior,
Um super herói invencível!
O porto de abrigo acolhedor,
P'ra tempestade mais terrível!

Ser pai é aconselhar, chamar à razão
E ouvir respostas pouco formais,
É constatar como essa rebelião,
Aconteceu entre nós e nossos pais!

Ser pai é ser um espelho!
Um exemplo para admirar!
Ser pai não é ser velho,
É rejuvenescer e renovar.

Ser pai é semear uma flor,
Vê-la germinar e florir enfim,
Tratá-la com carinho e amor,
Ela é orgulho do nosso jardim!

Ser pai é pois na realidade,
Ser assim, um palerma babado!
Ser avô é pior, é verdade,
Mas ser pai é meio caminho andado.

19
Mar09

Dia do Pai

Mäyjo

 

Pelas oportunidades que perdi, de te poder dizer: Gosto muito, muito de ti...

 

Mais ou menos como diz a canção: desde aqui até aí!

 

19
Mar09

Memória do meu pai

Mäyjo

Obrigada PAI por tudo o que fizeste por mim, mesmo depois de nos teres deixado!

Foi duro o golpe e ainda dói muito o vazio deixado pela tua ausência que vou preenchendo com o amor que me soubeste dar de maneira sábia.

Nos momentos difíceis estiveste sempre lá!

Partiste cedo demais! Mas o teu espírito tranquilo, sábio, esse está AQUI junto de nós.

Eu sinto que onde estás, estás a zelar por mim, tens-me sempre debaixo de olho!

Ainda na semana passada, foi em ti que encontrei a calma para superar aquele momento difícil… Tu és, e serás sempre, uma âncora para mim!

 

Obrigada por seres meu pai!

 

A ti, à tua alma desejo um dia muito feliz!

 

 

17
Mar09

O papel dos pais nos dias de hoje – 2

Mäyjo

Leiam e pensem no papel que cada um de nós tem a desempenar.

__________________

 

Pais portugueses precisam urgentemente de educação sexual

Os pais portugueses não estão preparados para assumirem a educação sexual dos filhos e necessitam urgentemente de formação, disse na noite de terça-feira, na Figueira da Foz, o monsenhor Vítor Feytor Pinto.

Intervindo durante a tertúlia "Reacontece", no Casino da Figueira da Foz, sobre a educação sexual nas escolas, Feytor Pinto considerou que a sexualidade é "dominada por tabus" no seio das famílias portuguesas e que estas revelam falta de preparação para falarem do tema com naturalidade.

"Quem precisa urgentemente de educação sexual são os adultos. Se nós não tivermos adultos a saberem com o que é que lidam, efectivamente nunca poderão ser educadores", disse.

"Os pais que não têm formação, que ainda não descobriram a beleza da sexualidade de uma maneira positiva e apenas vêem o monstro da sexualidade, como é que podem ser os educadores dos seus filhos?", inquiriu.

Frisando que os pais nessa situação "têm de recorrer à escola" numa perspectiva de complementaridade, Feytor Pinto sustentou a educação para a sexualidade humana "é muito mais vasta do que a actividade sexual".

"[A sexualidade] contém como elemento mais pobre a actividade sexual", referiu.

Feytor Pinto recusou que a Igreja Católica possua uma visão retrógrada da sexualidade humana, embora tenha admitido existirem "algumas vozes" retrógradas "que têm que mudar".

Leiam tudo aqui: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1166700

 

16
Mar09

A propósito de respeito...

Mäyjo

A Dani disse a propósito do post Hoje foi um dia daqueles que todos aprendemos com a "porcaria" que fazemos....e um dia, "essas pessoas" irão RESPEITÁ-LA/PEDIR DESCULPA!

 

A propósito disso apraz-me dizer o seguinte:

 

Não espero desculpas.

O respeito não se impõe, conquista-se! Porque tudo o que nos é imposto não é bem aceite. E de dessa forma, não vale a pena!

Não "quero" respeito (não me interpretem mal!) pelo “medo” ou pela imposição!

 

Quero sim que este mundo seja mais humano e que nos lembremos que cada pessoa tem o "seu metro quadrado" de espaço e não devemos invadir o espaço do outro sem permissão. Não podemos fazer tudo o que nos dá na gana, seja em que momento for!

 

 

Vivemos num "sistema" e se andarmos todos à cabeçada, vamos acabar com muitos galos!

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D